Meu corpo, minhas regras

Meu corpo, minhas regras

Vivemos em um mundo cheio de sofrimentos e injustiças. Temos tentado fazer o melhor pra sobreviver. Muitos grupos tem se levantado, do seu jeito, para defender as minorias e tentar restabelecer a justiça. Mas, em meio as lutas, acabamos por nos afastar de Cristo e da vida plena que está apenas Nele. Cristo quer ser o Senhor de tudo em nós. Ninguém melhor do que Ele para guiar-nos. Por isso, é quem de fato pode usar a frase “Meu corpo, minhas regras” com propriedade. Porque Ele é Senhor, e nos ama. É tempo de deixar Deus dirigir nossa vida. Você está pronto? Vem com a gente conhecer mais! 

Uma questão de propriedade

Rev. Marcelo Rodrigues (08/07/2018)

Vivemos um cristianismo pela metade. Deus é aquele que é acionado para resolver meus problemas. E, de vez em quando, faço alguns sacrifícios (como ir a igreja ou orar) pra ter o favor Dele. Mas e se a história fosse diferente? E se minha vida, tudo que sou e tenho, pertencesse a Deus. E todas as decisões passassem pelo crivo Dele? Pois é assim que deveria ser. O que mudaria em sua vida se Cristo estivesse a frente de tudo? Vamos pensar um pouco e ser confrontado com essa verdade que há muito abandonamos. Será que é possível? Vem com a gente!

Uma questão de empoderamento

Rev. Marcelo Rodrigues (15/07/2018)

Vivam unidos com Ele (I João 3.1): Em meio a um mundo injusto as minorias são chamadas a se empoderar e lutarem suas lutas, assumindo seus direitos e seu valor. Buscando autonomia e independência.Mas além do caos que vivemos, há uma luta mais profunda. O pecado nos legou uma sub vida. Onde a opressão, medo, angústia, remorso, ansiedade, tudo nos oprime e nos tira a voz, e a vontade de viver. Então, encontramos o único que pode nos colocar em uma posição diferente. Cristo morreu em uma cruz para derrotar o pecado e a morte e nos fazer filhos de Deus. Esse é o verdadeiro empoderamento. Nosso valor está em Cristo. Mais uma vez Deus nos confronta falando ao nosso coração: “Meu corpo, minhas regras”. Nos lembrando que os poderes que ansiamos nos oprimem e matam cada dia mais. Apenas a vida que vem de Cristo pode mudar nossa história. Você está pronto? Vem com a gente!

Uma questão de vontade

Rev. Marcelo Rodrigues (22/07/2018)

Quanto vale seu tempo? O que você considera um dia produtivo ou feliz? Normalmente a medida de nossos dias está ligada a satisfação de nossa vontade, nossos desejos. Mas e se Deus me falasse como os dias são maus e que a única maneira de salvar esses dias era abrindo mão da minha vontade e vivendo a Dele. Ainda assim eu o seguiria? Mais uma vez Deus nos confronta falando ao nosso coração: “Meu corpo, minhas regras”. Nos lembrando que nossos desejos, longe Dele, comprometem meus dias. Apenas a vida que vem de Cristo pode mudar nossa história. Você está pronto? Vem com a gente!

Uma questão de responsabilidade

Rev. Marcelo Rodrigues (29/07/2018)

construam sua vida sobre Ele (Cl 2.6-7): Encerramos a série “Meu corpo, minhas regras”. Ao longo desse mês pensamos sobre a propriedade de nosso corpo/vida (Jesus é o Senhor da minha vida?), sobre a questão do empoderamento (Onde encontro meu valor? Na minha união com Cristo ou nas coisas que tenho, nos lugares que frequento ou na posição que alcanço?), de nossa vontade em relação a essas coisas (É na minha vontade que baseio minha vida, como um tolo faz? Ou, como um sábio, busco a vontade de Deus para guiar minhas decisões?) e, por fim, fechamos o mês falando sobre responsabilidade. Como vou viver diante de tudo que ponderamos nesse mês? O caminho é assumir a responsabilidade de que minhas decisões a respeito de meu corpo, minha vida, precisam passar por Deus, o dono do corpo. Mas também pela comunidade, o corpo em essência. Afinal de contas, como diz I Pedro 1.18 “A vida de vocês é uma jornada que deve ser empreendida com uma profunda consciência de Deus. Custou muito caro para Deus tirá-los daquela vida sem rumo e vazia em que vocês foram criados”. Deus nos comprou “pelo seu precioso sangue”. Tudo é uma questão de responsabilidade. Você está pronto? Então, vem com a gente!

Designed by ijeab / Freepik